Afinal, como dar feedbacks na avaliação de desempenho dos servidores?

Afinal, como dar feedbacks na avaliação de desempenho dos servidores?

Em qualquer relação de trabalho, um feedback dado da maneira correta é de fundamental importância para manter um bom rendimento das atividades. No serviço público não e diferente, mas levando em conta as peculiaridades do regime que norteiam as relações no setor, deve-se ter um cuidado ainda maior e saber como dar feedbacks de forma construtiva.

Com os servidores possuem estabilidade, é preciso preparar o feedback de forma a motivar o servidor a corrigir possíveis falhas e melhorar a sua performance, caso contrário, a prática trará mais problemas que benefícios. Considerando que os resultados de uma avaliação negativa não poderá levar à exoneração do servidor, o resultado pode gerar uma desmotivação generalizada.

A seguir, daremos algumas dicas para um feedback eficaz, que minimize danos e traga benefícios para o servidor e para toda a repartição. Confira!

Saiba como dar feedbacks em etapas 

Sempre comece o feedback salientando os pontos positivos do servidor. Procure pontuar todas as tarefas que ele realizou de forma eficiente e como o seu trabalho é importante para o bom andamento das atividades.

Logo após, exponha claramente as falhas cometidas e ouça o que o servidor tiver para compartilhar antes de propor um caminho para repará-las. Mostre que você o ouviu e o entende, propondo soluções para os motivos que o levaram a falhar nas tarefas. Seja firme, porém sempre positivo e, no final, deixe claro que você acredita em sua capacidade de melhorar o desempenho.

Crie segurança e seja positivo 

Feedbacks sempre devem ser dados em particular. Qualquer crítica feita a um servidor na presença de outros colegas de equipe poderá ser extremamente prejudicial, causando insatisfação e ainda mais desmotivação. Tenha uma atitude positiva ao chamar um servidor para conversar. Esteja preparado, sabendo exatamente o que vai dizer, e mostre que você está ali para somar forças na solução de qualquer problema.

Seja claro e objetivo 

Faça com que a pessoa entenda exatamente quais falhas ela está cometendo, evitando usar palavras e expressões negativas, que demonstrem descrença em sua capacidade. Se são dados que não estão sendo lançados de modo adequado no sistema, dê instruções como: “não se esqueça de atualizar todos os dados das planilhas no final do expediente”.

Ouça os motivos e dificuldades com atenção

A relação é cíclica. Se você identificou falhas, ouça também as queixas do trabalhador. Deixe que ele fale de suas dúvidas e dos prováveis motivos de suas falhas. Outros fatores na repartição podem estar contribuindo diretamente para o baixo desempenho do seu trabalho e é importante que você os analise para elaborar um bom plano de ação.

Oriente e reforce sua confiança na capacidade do servidor

Mostre confiança, dizendo que sabe que ele conseguirá superar as dificuldades e realizar o trabalho de modo eficiente. Dê orientações claras, especificando o passo a passo que seguirão para solucionar os problemas.

Por fim, vale salientar que é preciso acompanhar o trabalho do servidor após o feedback, ajudando-o a implementar as mudanças em seu trabalho sempre com empatia e gentileza, para que ele se sinta seguro e motivado a alcançar seus objetivos.

Seguindo esses passos, você poderá realizar um bom trabalho, saber como dar feedbacks eficientes à sua equipe e melhorar a produtividade da repartição. Alguma dúvida ou experiência para compartilhar? Ficaremos felizes em receber o seu comentário!

Sem comentários

Cancelar