Como o órgão público contratante pode se sentir seguro com a organizadora contratada?

Como o órgão público contratante pode se sentir seguro com a organizadora contratada?

Confiabilidade é uma palavra fundamental em concurso público e processo seletivo, especialmente quando é feita a escolha de uma banca organizadora. Para garantir um custo bem aplicado, é muito importante identificar a opção ideal.

Neste artigo, apresentaremos como o órgão público contratante pode se sentir seguro com a banca organizadora por meio de alguns aspectos considerados essenciais.

Conheça os principais motivos de questionamentos pelo órgão e algumas dicas interessantes para aumentar a confiabilidade de escolha e realizar um processo seletivo seguro e eficaz.

O que é necessário para garantir confiabilidade no processo seletivo?

É interessante que o órgão público trace algumas perguntas fundamentais para realização de concurso público e processo seletivo. Essas perguntas são direcionadas à banca examinadora e visam conhecer o melhor perfil para a aplicação de exames.

Selecionamos 3 motivos que podem comprometer a segurança e a confiabilidade do concurso. É possível que, em determinados casos, algumas particularidades possam alterar ou acrescentar questionamentos nessa fase de escolha. Confira.

Transporte das provas aos locais de aplicação

O transporte entre o local de origem e destino das provas deve ter um bom sistema de segurança. Nesse quesito, é importante que a organizadora garanta mecanismos que ajudem no sigilo e na eficiência do transporte das provas.

Quantidade de vagas

Ajuste informações de acordo com a quantidade de vagas e cargos disponibilizados. A partir dessa informação, faça levantamentos que ajudem a mensurar o número de inscrições e as possibilidades de locações de salas e prédios para realização do certame.

Riscos de fraudes

Pode parecer uma questão óbvia, mas perguntar se há riscos de fraudes forçará o representante da banca organizadora a fornecer informações importantes sobre os sistemas de proteção que a empresa pratica.

Dessa forma, você poderá cruzar essas informações com as respostas de outras organizadoras e concluir adequadamente sobre as melhores propostas.

Como conhecer melhor a banca organizadora?

Mais um passo para garantir a confiabilidade de escolha: é necessário buscar conhecer a banca examinadora. Para que essa etapa se torne mais consistente, separamos algumas dicas de ações que ajudarão a direcionar sua escolha.

Pesquise o histórico da organizadora contratada

Uma forma muito direta e prática de saber mais sobre a banca é pesquisar seu passado. Procure notícias, informações e depoimentos que ajudem a identificar o perfil e a linha de aplicação da banca.

Evite bancas com altos índices de anulações de questões, alterações de gabarito ou mesmo anulações do processo seletivo por completo. Procure identificar examinadoras que se aproximem do nível de complexidade exigido pelo órgão público.

Converse com pessoas que já prestaram essas provas

Dialogue com ex-candidatos e busque informações consistentes sobre o modelo de aplicação, a qualidade dos exames e a organização como um todo. Diversifique essa pesquise procurando conversar com todos os perfis possíveis de candidatos.

Pesquise por referências na internet

A rede cresce cada vez mais como fonte principal de pesquisa e na maior parte dos casos conta com informações consistentes e seguras. Navegue pelos sites principais, acesse certames anteriores e verifique como as informações foram disponibilizadas e organizadas.

Neste post apresentamos instruções importantes para a escolha de uma banca organizadora para realização de concurso público e processo seletivo. Adote essas práticas e garanta contratos mais inteligentes e certeiros.

Gostou das informações? Então, continue aprendendo e assine nossa newsletter para receber mais conteúdos em primeira mão!

Sem comentários

Cancelar